Maternidade

MÃES DE UTI NEONATAL

posted by julianakenzi 25 de setembro de 2017 0 comments

Ser mãe de prematuro na UTI Neonatal  – Meu Relato :

É não poder pegar o seu bebê e nem ao menos sentir seu cheirinho, o calor de seu corpo

É ver o mundo através de uma incubadora

É ter alta médica e sair de barriga e mãos vazias

É tomar chá, leite, canjica, arroz doce e até mesmo usar remédio para o leite descer ( pq uma hora dessa, ela resolve sumir)

É comprar bombinha e espremer os seios e ficar frustrada com apenas algumas gotas que seu esforço resultou

É esperar a alta em todas as visitas

É ouvir com medo cada barulho que aquelas máquinas fazem

É olhar atentamente para cada detalhe do corpinho do bebê e saber quantos furinhos ele levou, os curativos, acessos, e exames que ele faz

É ver o bebê entubado chorando e não poder ouvir o choro dele

É ficar em pé por horas alisando uma incubadora como se estivesse chocando um ovo

É ouvir uma notícia boa pela manhã e uma ruim a tarde

É chorar calada

É esperar que a cada visita você receba a notícia que o bebê terá alta, e levar um banho de água fria sabendo que ele ainda ficará lá por muitos dias

É ser impotente

É crer em Deus e orar sem cessar

É contar cada grama que o bebê ganha e perde tbm

É controlar uma vontade louca de pegar o bebê e sair correndo dali, mas se conformar que ele está sendo bem cuidado

É se alegrar na vitória de ter alta medica e poder levar seu bebê para casa

É recomeçar

 

Um beijo enorme e fiquem com Deus!

You may also like

Leave a Comment