Dica de Mae

Posso te ajudar?

posted by julianakenzi 10 de junho de 2017 0 comments

Assim como muitos brasileiros, para retornar para a casa depois do trabalho, eu uso o transporte coletivo. Ao utilizar os serviços da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos todos os dias no mesmo horário, eu via um senhor que com muita dificuldade se locomovia. Ele usava muletas, subia e descia escadas (por falta de acesso especial) e enfrentava a multidão para entrar no vagão.

Certo dia os trens estavam atrasados, então o que já era normalmente lotado, ficou impossível. Eu deixei cerca de três trens passarem, para que eu pudesse entrar em um mais vazio.

Esse senhor por três vezes seguidas tentou entrar no vagão. E como ele tinha dificuldade para andar, toda vez que ele chegava à porta, a mesma fechava e ele voltava para trás para sentar.

Eu e algumas pessoas que estavam observando a cena, esperamos o próximo trem se aproximar e oferecemos ajuda. Eu perguntei a ele se poderia ajudar de alguma forma, mesmo que pedindo licença para as demais pessoas, e ele recusou. Uma senhora ofereceu ajuda também e ele gritou tão alto com ela, que todas as pessoas que estavam na plataforma pararam para olhar o que estava acontecendo.

Ele entrou no vagão, e aquela senhora tão pequenina ficou olhando para os meus olhos, com o olhar tão entristecido, de alguém que só queria ter ajudado e acabou surpreendida por uma atitude tão rude…

Eu disse a ela aquela famosa frase: “É assim mesmo… a senhora fez a sua parte, isso que importa”. Ela balançou a cabeça de forma positiva, mas o olhar demonstrava a decepção dela em apenas tentar ajudar.

Eu fiquei pensando no que havia acontecido por um bom tempo. Como alguém pode ser tão rude com alguém que oferece ajuda ao próximo, com o simples objetivo de ajudar? Claro que ninguém é obrigado a aceitar ajuda de ninguém, mas poxa, educação ainda é fundamental né!

Aí eu trouxe esse pensamento para o mundo espiritual, e de uma forma Deus falou comigo.

Quantas vezes estamos nos arrastando fisicamente, financeiramente, emocionalmente, de todas as formas possíveis, aí Deus nos estende as mãos para nos ajudar, e nem damos bola?!

Quantas orações deixamos de fazer e quantas vezes queremos resolver tudo com a força dos nossos braços?

E ainda por cima, reclamamos quando a situação fica fora do controle e ainda, aqueles que culpam a Deus pelas suas próprias escolhas.

Assim como eu olhei nos olhos daquela senhora, que ficou tão triste com o ocorrido, eu fico imaginando a dor de Cristo em querer ajudar as pessoas que ainda continuam se recusando…

Bom, vou ficando por aqui e compartilho o versículo abaixo:

Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Mateus 11:28,29

Um beijo enorme!

Que Deus abençoe!!

You may also like

Leave a Comment